• olooo

  • Superior Secundário MEG

FOTOS
VÍDEOS
EDITORIAS / Saúde

Dengue: em uma semana, casos confirmados sobem de 387 para 632

14/02/2020

Segue crescendo em ritmo preocupante o número de casos de dengue em Lorena, que enfrenta mais uma epidemia da doença. De acordo com a Vigilância Epidemiológica, em uma semana, os casos confirmados praticamente dobraram: nesta quarta-feira, 12 de fevereiro, foram anunciados 632 resultados positivos da doença, além de 692 suspeitos, aguardando resultado laboratorial. A preocupação não é exagerada. Confira a progressão da doença nas primeiras semanas de 2020:

– 17 de janeiro: 70 confirmados e 155 casos suspeitos.
– 23 de janeiro: 73 confirmações e 262 notificações.
– 1º de fevereiro: 234 casos confirmados.
– 5 de fevereiro: 387 casos confirmados e 309 aguardando resultados (DECRETADA EPIDEMIA).
– 12 de fevereiro: 632 casos confirmados e mais 692 suspeitos.

Some-se ao crescimento dos números oficiais que, para cada caso de dengue confirmado, estima-se outros 4 não notificados. Ou seja, provavelmente, são cerca de 3 mil lorenenses enfrentando a doença em 2020. E dengue mata, se não tratada em tempo e corretamente.
E as chuvas não param, o que contribui para a proliferação do Aedes Aegypti, mosquito transmissor da doença.
Por isso, lorenense, fica o alerta: a situação é grave e pode afetar pessoas de todas as idades e classes sociais. Todos estão vulneráveis.

Utilize repelentes específicos (especialmente nas crianças, idosos e pessoas com problemas de saúde). E não deixe de fazer a sua parte, em casa e no trabalho. Procure pontos de acúmulo de água (até tampinhas de refrigerante jogadas no quintal podem se tornar criadouros), não descarte lixo irregularmente.

Hospital de Campanha e mutirões de limpeza

Em nota, a Prefeitura relembra do funcionamento do Hospital de Campanha, instalado na Santa Casa de Misericórdia de Lorena (ao lado do Pronto Socorro), na tentativa de desafogar o fluxo do P.S.. O Hospital de Campanha funciona de segunda à sexta, das 7h às 17h.

Também estão sendo realizados mutirões de limpeza nas regiões onde há mais registros da doença; entre eles, o Parque das Rodovias. Agentes de campo da Vigilância Epidemiológica continuam o trabalho de visitas casa a casa, além das nebulizações e a passagem do carro da fumaça.

Denúncias

Embora existam relatos de diversos munícipes que afirmam que não adianta denunciar, a administração municipal solicitou que as denúncias sejam feitas diretamente na Vigilância Sanitária (que fica na sede da Secretaria de Saúde de Lorena), próximo ao Fórum: rua Benedito Marcondes de Moura Sobrinho, 38 – Centro.

Comunicações sobre terrenos e imóveis abandonados (especialmente aqueles com piscinas), com mato alto e infestação de insetos, devem ser feitas pessoalmente. É necessário levar um documento oficial com foto e os dados mais precisos possíveis a respeito do local denunciado (endereço e ponto de referência).

A partir da notificação da Vigilância ao proprietário, este tem o prazo de dez dias para providenciar a limpeza do local. O não cumprimento sujeita à multa de 20 a 40 UFESP’s.

MAIS LIDAS